Você sabe fazer a concordância correta com a expressão: “a maioria”? – Fabrício Dutra

A maioria dos alunos passará ou a maioria dos alunos passarão? Descubra agora como fazer a concordância com essa expressão partitiva

 

A maioria das pessoas erra o uso da concordância com a expressão “maioria”? Ou a maioria das pessoas acertam? Qual das duas frases está errada? Ou será que as duas estão certas? As bancas de concurso adoram cobrar o uso das expressões partitivas, como é o caso de “a maioria”.

Então saiba que no caso das frases acima os dois usos são corretos. O verbo poderá concordar com o núcleo singular – “a maioria” – ou concordar com a especificação partitiva – “das pessoas”.

Então, vejamos alguns exemplos:

A maioria dos alunos compareceu. (concorda com o núcleo)
A maioria dos alunos compareceram. (concorda com a especificação)
Grande parte dos imigrantes do Estado mais populoso dos EUA hoje vem da Ásia. (Concorda com o núcleo)
Grande parte dos imigrantes do Estado mais populoso dos EUA hoje vêm da Ásia. (concorda com a especificação)

Agora, cuidado:

A minoria do eleitorado votou nulo. (Nesse caso, só é possível o singular, pois o núcleo é singular e a especificação também o é)

Atenção! A mesma regra valerá para os casos de partitivos por meio de numeral e porcentagem 

92% da população carcerária são de baixa renda. (O verbo vai para o plural para concordar com o núcleo 92%)
92% da população carcerária são de baixa renda. (O verbo fica no singular para concordar com a especificação)
30% do tráfico escapam da política de repressão. (O verbo vai para o plural para concordar com o núcleo plural 30%)
30% do tráfico escapa da política de repressão. (O verbo fica no singular para concordar com a especificação)
1,2% da população apoia a nova lei de repressão ao tráfico. (Fica apenas no singular, pois o núcleo é singular (1,2% – ainda está na casa do 1) e a especificação também é um elemento singular)

Não há comentários

Deixe um comentário